Sexologia Clínica | Terapia Sexual

Sexologia Clínica | Terapia Sexual

O que é a Terapia Sexual?
A Terapia Sexual, também conhecida por Sexologia Clínica, consiste no diagnóstico e tratamento das disfunções e/ou dificuldades sexuais, podendo consistir numa intervenção individual e/ou de casal. Esta consulta é levada a cabo por terapeutas acreditados pela Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica (SPSC) e consiste num tratamento e /ou aconselhamento especializado em diversas áreas que integram a vivência da sexualidade humana, conforme se indica a seguir.

A consulta de Terapia Sexual ou Sexologia Clínica é aconselhada a pessoas e/ou casais que possam experienciar dificuldades e disfunções sexuais e questões relacionadas com o desenvolvimento sexual, orientação sexual ou questões ligadas à identidade de género. 

1- Dificuldades Sexuais 

Ao longo da sua vida as pessoas e/ou casais podem atravessar dificuldades ao nível do relacionamento sexual, tais como: a falta de diálogo e intimidade acerca da sexualidade; incapacidade de afirmar perante o outro quais os seus desejos, pontos de prazer ou práticas sexuais favoritas; dificuldade em compreender e aceitar a resposta sexual humana; diferenças verificadas ao nível da frequência e ritmo com que as pessoas/casais têm/pretendem ter relações sexuais, entre outros.

Assim, as dificuldades sexuais habitualmente radicam em dificuldades de comunicação acerca da sexualidade e do sexo, crenças erróneas sobre os mesmos e ainda atitudes e representações negativas acerca do sexo e do prazer sexual, pelo que a intervenção de um/a terapeuta sexual pode ser bastante benéfica.

2- Disfunções Sexuais

Por outro lado, existem pessoas que apresentam já disfunções sexuais, que se distinguem das dificuldades sexuais pelo grau de disfunção, intensidade do sofrimento que provocam e duração clínica dos sintomas superior a 6 meses, consistindo já na perturbação nos processos que caracterizam o ciclo de resposta sexual ou existência de dor associada à relação sexual, tais como: desejo sexual hipoativo, disfunção erétil, ejaculação precoce, ejaculação retardada, anorgasmia, dispareunia, vaginismo e aversão sexual. 


3 - Aceitação da Orientação e/ou Identidade Sexual ou Identidade de Género

Outras vezes, poderá ser útil recorrer a uma consulta de sexologia clínica para esclarecer questões relacionadas com a orientação sexual e/ou a identidade sexual e/ou de género e facilitar o processo de se assumir com aceitação, perante si próprio/a e os outros, prevenindo assim distúrbios de ansiedade e de humor e/ou processos de discriminação social.


Dr.ª Sónia Araújo